segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Cidade de ruelas ...

Se eu fosse uma cidade seria quase de certo uma cidade árabe cheia de ruelas ,onde se perderiam os transeuntes ,tal como me perco eu propria nas minhas imagens ,nas minhas procuras de soluções ,poções mágicas para curar os meus sentimentos as minhas frustrações ...e de onde por vezes surgem as minhas luzes...quase "insights"!
Porque mesmo nas ruelas mais escuras há sempre algures uma luz,nos olhos de alguém que passa...!
Eu Quixote e os moinhos de vento!
Eu que entendo que nada controlo!
Luto contra o medo...comendo afectos em forma de chocolate!
Sorrio comigo mesma ,porque até me vou entendendo...quase consigo atravessar a cidade sem ter que consultar o mapa...Mas os afectos ,o medo que me causa a fome que deles tenho...deles ,dos mimos de que quase já não me lembro!
Mas compro "açucar" e sento-me numa esplanada a ver pessoas de mão dada!
Gosto de ser cidade de ruelas(pretenção a minha!),onde a chuva cai e enlameia os pés...
Onde o sol bate no cimo das paredes quase nos terraços...
Onde cada canto tem historia...
Onde em cada esquina esvoaçam tecidos coloridos...
Onde desfio pensamentos e ideias,desejos e vontades,angustias e verdades...
E esperanças caladinhas ,quietinhas,pequeninas...
Porque são tão minhas...

2 comentários:

tronxa disse...

graças á santa que és assim, porque se fosses uma autoestrada de 6 pistas, nao te achava grande graça!

bjnhssssssssss gandis!

LLOURENZO disse...

Fortes palavras!Beijo:))

Quem sou eu

Minha foto
espreito pelo canto dos olhos a minha alma,ávida de encontrar "coisas"sobre mim que desconheço!

Seguidores