sábado, 17 de novembro de 2012

Balouço de árvore...

Quando  levados a teste os meus limites e com o avançar dos anos, soam-me cada vez melhor as palavras "zona confortavel"!
Quando a carga emotiva e o stress se combinam sinto amiúde que é necessário "fugir de mim" ainda  que por curtos instantes...
Há a necessidade de abrandar a respiração, de "vazar" o olhar e fixar a mente numa espécie de doce limbo que em "amornando" me dá um colo sinistro e ao mesmo tempo salutar...
É um lugar que posso chamar de "só meu", a que mais ninguém acede e onde a capacidade de resistencia se reforça a golos generosos de realidade pura.
Há aqueles que necessitam de uma palavra especial e eu não fujo á regra, mas nada me consola melhor a alma que este "balouço de árvore" numa floresta de pensamentos, onde me sento  fechando os olhos, sentindo a luz de uma réstia de sol perdida por entre o meu universo e o dos outros.
Gosto deste momento egoista, é nele que energizo, que me puno, que me repenso, que me refaço, que me reforço, que reinvenvento quando me parece que o mundo desaba...
Em cada pessoa há decerto um lugar assim!
Paraíso/inferno, o que quer que seja, ou talvez só um local de encontro com o "eu" que tantas vezes se perde no meio das multidões...

Um comentário:

Paula Nogueira Guerra disse...

Que encontres e tenhas sempre a salvo o teu local de conforto. Aqueles só teu onde possas rir e chorar... onde possas ser tu sem criticas nem apontar de dedos.

ACEITO-TE COMO ÉS!

Um beijinho doce my sweetie xxxx

Quem sou eu

Minha foto
espreito pelo canto dos olhos a minha alma,ávida de encontrar "coisas"sobre mim que desconheço!

Seguidores